4 tendências de inovação tecnológica para 2021

O mercado da inovação nunca para de crescer, mesmo com todos os obstáculos, sempre há meios para se inovar. Veja algumas tendências inovadoras que já estão rolando. 

  • Tempo de Leitura: 4 minutos

O ano de 2020 pegou diversas empresas desprevenidas. Durante a pandemia, todas as áreas do mercado enfrentaram desafios. A economia foi afetada bruscamente, o funcionamento de quase todos os setores foi atingido. As empresas tiveram que correr atrás do prejuízo, se reinventando. Foi aí que se percebeu que a inovação se tornou ainda mais importante para a saída desta crise. 

E agora, 2021 está acontecendo. Aos poucos as vacinas chegam à população. Porém, as empresas ainda precisam se cuidar e garantir a segurança dos funcionários e colaboradores. E com isso, espera-se que as tendências do mercado de inovação tecnológica se concretizem. 

Além de movimentar o mercado, a cultura de inovação pode impactar positivamente a vida de até bilhões de pessoas. Aumento do PIB, geração de empregos, comodidade e praticidade para a população são só alguns exemplos. Quando empresas buscam inovar, todos os lados se beneficiam. 

Com isso, nesse texto vamos trazer algumas práticas inovadoras que estão propensas a acontecer e ganhar força em 2021. Algumas delas já estão até no cotidiano de algumas pessoas. Muita coisa além do que será trazido aqui ainda pode acontecer e surpreender.

1. Tecnologia da Informação 

A tecnologia da informação ganha cada vez mais força no mercado. Aos poucos, com a chance de imunização da população, as empresas têm chance de sair do home office. Porém, muitas delas já demonstraram interesse em manter o trabalho de casa em combinação com o presencial, mesmo depois da pandemia.

O trabalho de casa possibilita às empresas um aumento de produtividade. E o deslocamento dos funcionários acaba por não ser necessário.  Além disso, a necessidade de um imóvel que comporte muitas pessoas, já não é mais preciso. Portanto, com o aumento de pessoas trabalhando de casa, a demanda de profissionais de TI aumenta. O investimento nesta área por parte das instituições cresce, com a necessidade de diversas pessoas de locais diferentes tendo que acessar o sistema da empresa, por exemplo.

2. Tudo como um serviço

Este modelo de negócio, do inglês, Everything as a Service (XaaS), está inserido em diversas áreas, inclusive no mercado energético. 

Muitas pessoas e negócios já usam ou oferecem serviços pela internet de forma prática e flexível. O XaaS engloba várias empresas que podem oferecer seu trabalho pela internet por meio de softwares, plataformas e infraestrutura. Com isso, este nicho, em que tudo pode ser contratado de alguma forma pela internet, veio para ficar. A inovação neste meio, está em, quem contrata uma empresa, não precisa fazer compras, investimento ou qualquer licença. Desta forma, tudo se torna mais adaptável e fácil. 

Uber, iFood, LinkedIn, o Google Drive da Google, e muitas outras, são empresas que já utilizam o XaaS. Por exemplo, o Google Drive é o sistema de armazenamento da Google para empresas e pessoas físicas. Quem necessita, contrata espaço na nuvem de armazenamento. Evitando gastos com dispositivos físicos de armazenamento, e com a manutenção dos mesmos. HD’s, pen drives, SSD’s, cartões de memória e outros, já não são tão necessários.

Com a pandemia e mesmo com a pós-pandemia, o aumento de ofertas neste formato em muitos setores, pode crescer cada vez mais. 

3. A popularização do 5G, finalmente?

A 5º geração de internet móvel parece estar por fim (quase) chegando às mãos do consumidor final, ou melhor, dos smartphones dele. O processo de inovação futura dependerá muito dessa mudança.

O poder da internet do nível do 5G é revolucionário. Assim, veremos cada vez mais eletrodomésticos de não muito costume, possuírem acesso à internet e receber alta velocidade de dados por segundo. Isto significa um passo importante para a Internet das Coisas. 

Se você ainda ainda não entendeu, basicamente, com o poder do 5G, os carros autônomos serão crescentemente mais comuns. A baixa latência e alta velocidade de dados, vão possibilitar o funcionamento de muitos carros recebendo sinal de GPS. E para se deslocarem, não precisarão de um condutor humano.

Para um exemplo ainda mais básico. Um filme de 2 horas, poderia ser baixado em questão de 2 segundos. No Brasil, os primeiros passos para a implantação do 5G (que não é fácil) estão acontecendo. A Coréia do Sul foi o primeiro país a implantar a tecnologia para a população. 

4. Smart Home, as casas do futuro, no presente

casa inteligente inovação

Apesar de ainda não ser uma atividade popular, a automação residencial é uma tendência, que todos anos cresce. Em 2020, o número de pessoas que compraram aparelhos que automatizam funções simples da casa, aumentou.

A variedade de produtos deste nicho aumenta sempre. E o preço está se tornando gradativamente mais acessível. Aqui no Brasil, já se pode encontrar facilmente pela internet, LEDs inteligentes, interruptores inteligentes, sensores de luz e movimento, tomadas inteligentes, controles universais de infravermelho, fechaduras inteligentes e diversos. Estes aparelhos, se conectam no Wi-Fi da residência, permitindo que o morador controle todos os dispositivos pelo smartphone. Inclusive algumas marcas brasileiras já embarcaram neste meio, como a Positivo e a Intelbras

Além de todos esses exemplos, ainda existem os speakers inteligentes. Caixas de som com bluetooth, Wi-Fi e uma assistente virtual que obedece a comandos de voz. Nestes Speakers, é possível sincronizar os gadgets inteligentes da casa, para que tudo seja controlado por voz. Além disso, é possível criar programações personalizadas de funcionamento dos dispositivos da casa. Como, definir um período para que as luzes fiquem acesas. Ou que sua cafeteira, ligada numa tomada inteligente, comece a fazer o café às 6h35 am.

A inovação depende das empresas

Estas possibilidades de inovação empolgantes trazidas pelo Blog do INRI, fazem o mundo parecer até mais promissor que o normal.

Mas, a sociedade geral será agraciada com tecnologias tão revolucionárias, somente se empresas investirem em projetos de inovação. A utilização de todos os recursos que se tem à disposição, facilita este caminho. 

E aí? Qual destas tendências você mais gostou?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Gabriel Thozzi

Gabriel Thozzi

Estudante do 4° período de Comunicação Social - Relações Públicas Estagiário de Marketing Digital no Instituto de Redes Inteligentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email