Os desafios de implantação dos Recursos Energéticos Distribuídos

imagem ilustrativa para recursos energéticos distribuídos

Os sistemas elétricos, em alguns anos, mudarão para melhor com os recursos energéticos distribuídos. Mas, até lá, existem alguns contratempos para serem superados.

A missão de usar novas tecnologias para atingir um ideal de geração e distribuição de energia com os Recursos Energéticos Distribuídos, é contínua. Eles diminuem o consumo, atendem à demanda com mais eficiência, reduzem os impactos ambientais e assim por diante. Dentro do seu conceito, temos por exemplo: geração distribuída, veículos elétricos, gerenciamento de demanda, armazenamento e a eficiência energética.

Além disso, a eficiência energética é uma forma de melhor aproveitamento da energia produzida. Com isso, os RED buscam atender toda as demandas de energia, justamente para obter a eficiência energética. Mas, para isso, é preciso que a geração distribuída esteja dentro dos planejamentos elétricos, regionais e nacionais. É necessário que, as formas de distribuições sejam mais dispersadas.

Os desafios do RED

Demais, com as tecnologias dos RED, é mais fácil alcançar uma eficiência energética, porém, existem diversos desafios para a implantação. O Ministério de Minas e Energia lançou o seu Plano Nacional de Energia 2050 em versão para consulta pública. Nele, o Ministério apresentou diversos desafios e recomendações para serem trabalhados a longo prazo em relação ao sistema elétrico brasileiro. Ademais, para implementar os recursos energéticos distribuídos o documento de planejamento demonstra alguns desafios, como por exemplo:

  • A Garantia de excelência nas instalações fica em risco;
  • A diminuição de tarifas e taxas em conflito com os custos dos avanços;
  • Os planejamentos tornam-se mais incertos;
  • Surgimento do risco de perda de privacidade de dados.

No modelo dos RED, existem diversas maneiras de aos poucos evoluir o sistema elétrico para um mais sustentável. Contudo, novos problemas podem surgir na mesma proporção de crescimento, como os que foram citados acima.

Risco de perda de excelência

Com mais empresas entrando no mercado da eletricidade, a tendência é que haja competição e o preço dos serviços se reduza. Entretanto, com essa concorrência, existe uma possibilidade dos serviços perderem qualidade e se tornarem um risco ao consumidor. Por conta das más instalações, podem ocorrer incêndios, choques elétricos, desabamentos e destelhamentos, (em casos de energia fotovoltaica) e etc.

Tabela desafios e recomendações para RED
Tabela desafios e recomendações para RED

Diminuição de preço contra o avanço necessário

Para aumentar a popularização e incentivo de geração dos recursos energéticos distribuídos, precisa-se diminuir o preço final. Uma forma de realizar isto, é com a diminuição de tarifas, taxas, impostos, etc. Todavia, essa prática entra em conflito com o investimento necessário para o desenvolver as tecnologias que serão utilizadas para RED integrais, aumentando o preço final.

Definir uma transição para geração energética mais descentralizada pode ajudar na diminuição de gastos estagnados.

Planejamentos incertos

Se torna mais complexo, estabelecer planejamentos energéticos de longo, médio e curto prazo. O mercado mais dinâmico faz com que os preços oscilem de formas diferentes. Certamente, quando se projetam ações futuras, torna-se necessário considerar comportamentos socioculturais, decisões individuais dos consumidores e das empresas em relação às tecnologias.

            Uma forma de melhorar esse impasse é aproveitar a grande quantidade de dados gerada pelas tecnologias usadas pelos serviços. Fazer levantamentos e utilizar essas informações para planejamentos, com análises. Com isso, o gerenciamento de dados, contribui com projeções energéticas futuras.

Perda de privacidade

Além disso, com o aumento da digitalização dos serviços de geração energética, cria-se uma base de dados das pessoas que os consomem. Com isso, a possibilidade de fazer estudos, pesquisas mercadológicas, modelos de negócios, inovações; aparece.

Estes dados, precisam de um gerenciamento eficaz e de uma política de segurança, para evitar vazamentos e perda de privacidade dos consumidores.

Imagem de ícones ilustrados para Base de Dados de Recursos energéticos Distribuídos
Imagem de ilustração para Base de Dados de Recursos Energéticos Distribuídos

Em suma, o RED, com o avanço das tecnologias, toma espaço gradualmente. Sua implementação é necessária e importantíssima para questões ambientais e socioeconômicas. Assim como qualquer novo projeto ele enfrenta obstáculos. Espera-se que logo mais, as fontes sustentáveis de energia dominem o mercado trazendo uma maior eficiência energética.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Gabriel Thozzi

Gabriel Thozzi

Estudante do 4° período de Comunicação Social - Relações Públicas Estagiário de Marketing Digital no Instituto de Redes Inteligentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email