5G no mercado de energias renováveis: Por que é tão importante?

o 5G e as energias renováveis

A indústria de energias renováveis cresce todos os anos. Com inserções de tecnologias, como o 5G e outras mais, este mercado é agraciado crescentemente com avanços. 

Com o desenvolvimento das tecnologias, o uso da velocidade de rede em 5G se torna uma realidade cada vez mais próxima. E junto a isto, temos as energias renováveis que a cada ano estão mais presentes no cotidiano dos brasileiros. A combinação destes dois avanços, além de melhorar as possibilidades de uso de ambas, também aperfeiçoa a experiência do usuário final.

energias renovaveis e usando 5G

De acordo com o Instituto dos Engenheiros Eletrônicos e Eletricistas, o IEEE, a aplicabilidade das energias renováveis com a ajuda do 5G, será melhor. A quantidade de dados que poderão ser monitorados em tempo real é muito maior.  Um exemplo de uso para este monitoramento são as perdas de células em módulos fotovoltaicos. Numa velocidade comum de rede, os detalhes transmitidos para saber se houve mau funcionamento no módulo são limitados. Essas informações são geradas de 10 em 10 minutos, por exemplo. Com a quinta geração de internet, este tempo pode ser reduzido a 1 segundo. Defeitos como estes seriam identificados rapidamente. Além disso, com a energia eólica não haveria muitas diferenças. Seria possível monitorar os trajetos dos ventos e monitorar defeitos dás hélices muito facilmente com 5G.

E não somente o 5G ajudará com o desenvolvimento das energias renováveis. Mas junto a ele, a inteligência artificial trará um boost no mercado energético no geral. As IA, que também serão mais aplicáveis com a rede mais rápida, vão fazer parte deste processo de informatização e automação dos sistemas de energias renováveis. Um sistema de energia fotovoltaica pode ter tanta inteligência artificial quanto um carro elétrico autônomo. 

Todas as coisas com Wi-fi

carro autônomo usando 5G

O uso dessa inteligência artificial em conjunto com o 5G nas tecnologias de energia limpa, pode facilitar muito o gerenciamento, uso e controle. E sempre, no mercado surgem novas ideias de transformar um objeto de uso normal do cotidiano em inteligente. A indústria da inovação faz isso muito bem. Este processo em que tudo ao redor pode ser algo com IA, acesso à internet e sistemas operacionais; se chama Internet das Coisas (IoT). 

E este processo já começou há algum tempo e você provavelmente já se deparou com algum exemplo. Desde “simples” lâmpadas LED com Wi-Fi, controle por smartphone e assistentes virtuais, até geladeiras inteligentes, carros, sistemas de monitoramento de segurança e etc. A grande questão trazida neste texto é esta. O IoT pode ser estendido ao mercado energético e vai ser! Basta com que as empresas estejam dispostas e prontas para inserir esse tipo de inovação nos produtos. Essa inovação chega às empresas de energias sustentáveis e aos consumidores por meio das empresas que investem em projetos inovadores. 

energia solar e 5G

E por meio do 5G, das IA e da IoT, uma área com uma gama tecnológica que se interliga, o mercado energético e diversas áreas imagináveis, são progressivamente promissores. 

E quando o tal do 5G vai estar no Brasil? 

O edital do leilão para o país adquirir a tecnologia, aprovado pela Anatel, diz que em julho de 2022 o 5G já funcionará no Brasil. A expectativa é que este leilão ocorra ainda neste 1° semestre de 2021. 

Após isso, as provedoras que adquirirem a tecnologia 5G de internet vão investir na infraestrutura para implementar a tecnologia. Estima-se que no mínimo em 2 anos, o 5G já pode chegar dos consumidores. Enquanto ele não chega de vez, cabem muitas expectativas. 

O poder de revolução que a quinta geração de rede pode ter é enorme. O mundo está cada dia mais conectado, desfrutando dos benefícios que a inovação tecnológica oferece. E este passo vai beneficiar todas as áreas possíveis do mercado. Na saúde, tecnologia, na indústria, entretenimento, eletricidade e diversas mais. O mundo pode ser mais eficiente, e podemos conduzi-lo a isto. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Gabriel Thozzi

Gabriel Thozzi

Estudante do 4° período de Comunicação Social - Relações Públicas Estagiário de Marketing Digital no Instituto de Redes Inteligentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email